Music

Rock & Roll

by Léo Lago

Released November, 2015
Released November, 2015
Bizarre songs from the freaky side of life. Rock & Roll pays homage to this style of life in a mostly strange way. Be prepared.
  • 04:49 Lyrics
    Lúcifer

    Lúcifer inventou o rock and roll
    Pra levar a juventude pra longe do Senhor

     

    Lúcifer bate os cascos enquanto dança
    E chega onde o papo de pastor não alcança

     

    Cedo essa manhã, Satã bateu na porta
    Me chamou para dançar e nada mais importa

     

    Lúcifer inventou o rock and roll
    Pra levar a juventude pra longe do Senhor

     

    Lúcifer é o pai do rock, viu
    E todo mundo sabe, Little Richard é a mãe que pariu

     

  • 04:21 Lyrics
    Em Volta da Fogueira

    Um, dois, três, todos de uma vez
    quatro, cinco, seis, seis, seis,
    Sete, oito, nove, e se move
    dez, onze, doze horas para passar
    Então nós vamos festejar

     

    Ponha por cima seus trapos e me encontre na clareira
    Vamos bailar e girar em torno da fogueira

     

    Nós vamos festejar o novo começar
    Vamos festejar até o sol raiar
    Em torno da fogueira a queimar

     

    E quando for dois, três e quatro
    Vamos rolar como bichos pelo mato

     

    E quando tocar cinco, seis e sete
    Aproveite a vida não se repete

     

    E vai dar oito, nove, dez, onze também
    E com as roupas não vai sobrar ninguém

     

    E quando for doze é hora de preparar
    A 13ª que vai chegar

  • 03:03 Lyrics
    Minha Personalidade

    De novo e de novo
    Tento provar o meu gosto
    De novo e de novo
    E eu nunca me esgoto
    De novo e de novo
    Meus amigos dizem que sou louco
    Mas de novo e de novo e de novo
    E eu nunca acho pouco

     

    Porque eu sou coprofágico
    Mordo, coprofágico
    Como, coprofágico
    Saboreio, coprofágico
    Nhammmm, coprofágico
    Lambo, coprofágico
    E eu não consigo mais parar
    De novo e de novo vou mordiscar
    E pode ser excentricidade
    Mas de novo e de novo
    É a minha personalidade

     

    Porque eu sei que
    De novo e de novo
    Eu sei que você não gosta
    De novo e de novo
    Mas minha comida é uma bosta
    E de novo e de novo
    Ainda dizem que sou louco de pedra
    Mas de novo e de novo e de novo
    Eu sou um louco de merda

     

    Porque eu sou coprofágico
    Mordo, coprofágico
    Mastigo, coprofágico
    Chupo, coprofágico
    Nhammmm, coprofágico
    Lambuzo, coprofágico
    E eu não consigo mais parar
    De novo e de novo dizem que sou louco
    Mas tudo azul
    De novo e de novo
    Minha comida vem do cu

  • 03:07 Lyrics
    Daisy Cabrita

    Longe de todos, eu a fui encontrar
    Um pastor solitário era eu
    Ganhou meu amor e então foi se deitar
    Com cada bode velho que conheceu

     

    Ah, devia saber que ia dar errado
    Devia ter ficado com as galinhas ao lado
    Agora escute bem, eu dou a dica
    Fique longe da Daisy Cabrita

     

    Eu não esqueço seu gosto saboroso
    O toque de seu pelo macio e sedoso
    Então escute, pra que você não repita
    Fique longe da Daisy Cabrita

     

    Tentei um doutor procurar
    Quem sabe conseguir ajudar
    Vocês não sabem o que aconteceu
    Médico também a comeu

     

    Ela só quer
    ahn de quatro pé

     

    Longe de todos, eu a fui encontrar
    Um pastor solitário era eu
    Ganhou meu amor e então foi se deitar
    Com cada cabra que conheceu

     

    Na minha fazenda eu comia de tudo
    Agora sou eu o chifrudo
    Então não ache minha história esquisita
    Fique longe da Daisy Cabrita

  • 03:25 Lyrics
    Faz Parte do Jogo

    Muita lágrima vai rolar
    Mas faz parte do jogo
    E tudo que vamos passar
    Compensa essa dor

     

    Eu vou te amordaçar
    Com uma pancada te amarrar
    E bem devagar
    Eu vou te humilhar

     

    E bem alto eu vou te xingar
    Mas faz parte do jogo
    E não adianta chorar
    Quanto mais implorar

     

    Vou te cuspir e te acertar
    Te machucar e vou te marcar
    E nossos corações vão então voar

  • 02:29 Lyrics
    Filmes de Terror

    Ela é tão linda dos pés ao cabelo
    Mas mais parece um bloco de gelo
    Mas quem diria, dentro do cinema
    Finalmente, acabou o meu problema

     

    Minha garota gosta de filmes de terror

     

    No escuro do cinema ela se revela
    Quanto mais sangue jorra da tela
    Fica louca se uma cabeça é cortada
    E eu tenho a minha por ela apertada

     

    Minha garota gosta de filmes de terror

     

    Até mesmo um velho clássico em preto e branco
    Ela pula em mim e me pega no tranco
    Se tem um vampiro o sangue a chamar
    Ela aproveita pra também me sugar

     

    Minha garota gosta de filmes de terror

     

    Enquanto todos estão a gritar
    Ela grita de tão excitada que está
    Com ela não rola dentro de um quarto
    Tem que rolar uma cena de assassinato

     

    Minha garota gosta de filmes de terror

     

    Noite passada eu vi um filme estranho
    Todo mundo estava no banho
    Noite passada todos no chuveiro
    Não entendi o roteiro
    E então para aliviar
    Um trenzinho foram formar

  • 02:54 Lyrics
    Casa da Facilidade

    Tem uma cabaninha pra fora da cidade
    Todo mundo chama de casa da facilidade
    O bar tem cerveja gelada e vende refeição
    Pra matar fome hmmm é muito bom
    Mas não é só por isso que tenho vontade
    De voltar pra casa da facilidade

     

    Tem uma garotinha que trabalha lá
    Toda de couro preto, de arrasar
    Eu vou beber uma cerva, minha grana gastar
    Levar essa garota pra outro lugar
    E então é por isso que tenho vontade
    De voltar pra casa da facilidade

     

    Agora essa rainha está casada comigo
    E de noite ainda volta pra facilidade
    Mas me traz um dinheiro então eu não ligo
    O que importa é a nossa felicidade
    E eu ainda tenho vontade
    De ir passear na casa da facilidade

  • 02:30 Lyrics
    O Som da Tempestade

    Ouço a tempestade caindo lá fora
    Sua voz me acerta em trovão
    Quem me dera essa culpa fosse embora
    E silenciasse a acusação

     

    A única mulher que um dia eu amei
    Desperdiçou o meu amor em vão
    Mas mal sabia eu que o que eu lhe dei
    Acertaria meu próprio coração

     

    Chuva, eu não sei o que é justo ou não
    A tristeza que eu sinto é minha maior prisão
    O que cai do céu não me traz o seu perdão

     

    A única mulher que um dia eu amei
    Desperdiçou meu amor em vão
    Mas mal sabia eu que o que eu lhe dei
    Acertaria o meu próprio coração

     

    Chuva, molhe com suas gotas onde ela está
    E peça ao sol para depois esquentar
    Faça crescer flores já que eu não posso ir lá levar

     

    Ouço a tempestade caindo lá fora
    Sua voz me acerta em trovão
    Quem me dera a chuva fosse embora
    E silenciasse a acusação

     

    Ouço o som da tempestade

  • 04:32 Lyrics
    Mexe, Baby

    Vem comigo, baby
    Tá rolando muita coisa por aqui
    É, eu disse vem cá, baby, é
    Você vai gostar
    Não é mentira, tá rolando muita coisa aqui

     

    É, eu disse vem comigo, baby
    Quanto mais galinha no celeiro melhor
    Mas o galo é um só
    Vem, baby
    Pega o touro pelo chifre
    Não é mentira, tá rolando um agito legal

     

    É, mexe, baby, mexe
    Tá rolando muita coisa aqui

     

    É, eu disse vem comigo, baby
    Quanto mais galinha no celeiro melhor
    Que celeiro, qual celeiro, meu celeiro
    Mas o pinto é um só
    Vem, baby
    Pega o touro pelo chifre
    Não é mentira, tá rolando um agito legal

     

    Calma, agora
    Mexe, mexe, baby
    Tá rolando um agito legal
    Mexe mais um pouco para mim
    Devagar
    Você pode passar a perna para lá
    E você o braço pro lado de cá
    E não pare de mexer
    Ainda tem lugar para você se encaixar
    De quem é esse pé?
    Baby, baby, baby, mexe, mexe, mexe
    E vamos lá!
    Mexe, baby, mexe

     

  • 02:10 Lyrics
    Blá, Blá, Blá

    Leve o lixo lá para fora
    E lave essa louça agora
    Depois pegue esse esfregão
    E comece a limpar o chão
    Coloque a roupa pra lavar
    E o outro monte pode passar
    Você nem pense em sair
    Enquanto não limpar isso aqui
    O seu quarto está imundo
    E você é um vagabundo
    Jogue fora a comida que sobrou
    E não quero mais saber de rock and roll!

     

    Tira esse fones do ouvido
    Quando eu falo contigo
    Você não faz nada para ajudar
    Eu só faço te sustentar
    Não gosto da sua namorada
    Ela tem cara de safada
    Os seus amigos são escória
    Eu já cansei dessa história
    Cara feia pra mim é fome
    Sai da minha frente, some
    Ou eu te mostro quem eu sou
    E não quero mais saber de rock and roll!

  • 01:58 Lyrics
    Grandes Bolas em Chamas

    Você mexe comigo e agita legal
    E então para como se fosse normal
    Você não pode, nem sai de cima
    Pura que partiu, grandes bolas em chamas!

     

    Eu até achei engraçado no começo
    Mas agora pelo amor de Deus eu peço
    Tem que liberar, assim não dá
    Pura que partiu, grandes bolas em chamas!

     

    Me beija baby isso é bom
    E me abraça éééé
    Eu quero te amar como você quiser
    Como você... é

     

    Mordendo as unhas sempre num estalo
    E minha mão já cheio de calo
    Agora, baby, vai ter que dar
    Pura que partiu, grandes bolas em chamas!

  • 02:44 Lyrics
    Fugitiva

    Eu caminho sozinho e penso
    O que houve de errado com nosso amor
    Rodo a cidade de noite
    Por todo lugar onde você costumava estar
    E não consigo te encontrar
    Você não está
    Insisto e fico em frente sua casa
    Será que você resolveu se mudar?
    Eu não sei (runaway)
    Rondo tuas ruas, teus bares
    Miséria de vida
    Na chuva eu persigo tua sombra
    Enquanto ando e lembro nossos momentos
    Mas eu tenho pe-pe-perfeita
    Pa-pa-paciência
    Minha busca não desistirei
    Ainda te encontrarei
    E então, e então
    Nas ruas nuas da cidade
    Eu penso pe-pe-penso
    Po-po-por que você fugiu de mim
    Cê fu-fu-fu fugiu de mim

  • 03:02 Lyrics
    Sangue Na Televisão

    Eu me joguei no sofá e então liguei a minha TV
    Um apresentador mostrava a notícia da morte de um bebê
    O padrasto tacou ele na parede só pra ver quicar
    "É um absurdo, vocês vão ver as imagens que eu vou mostrar!"
    E fez suspense (então)
    E enrolou (então)
    Ele mudou pra externa (então, então)

     

    Então era sangue da parede ao chão
    Escorrendo em borbotão
    Pedaços de órgão
    Sangue na televisão
    Sangue na programação da televisão

     

    Veio o comercial e eu fui pegar um lanche na cozinha
    Quando eu voltei, mas vejam só, mas que surpresa a minha
    O apresentador ia mostrar um tiroteio na favela
    "Vocês vão ver a polícia sentando o dedo nesses bandidos zé ruela!"

     

    E ele disse (então)
    Bandido tem que morrer (então)
    Incitou a raiva do espectador (então, então)

     

    Então era tiro para todo lado
    Crânio espatifado
    Monte de corpo queimado
    Sangue na televisão
    Sangue para satisfação do povão

     

    Mas eu fiquei tão puto que até mudei o canal
    Mudou a cara, mas o programa ainda era igual
    Era o caso de uma mãe que matou os filhos e fez molho pra macarrão
    "Isso não é gente, isso é um monstro, isso é o próprio cão!"

     

    E fez que ia mostrar (então)
    E enrolou mais um pouco (então)
    Anunciou uma marca de extrato (então)
    As imagens foram chamadas (e então, e então)

     

    Então era sangue e loucura
    Gente gritando em fúria
    Enquanto o repórter procura
    Sangue pra televisão
    Sangue no almoço, de tarde e com a janta na mão

     

    Bandido pra vala
    Com as crianças na sala

  • 02:21 Lyrics
    Afrodite

    Ei, Afrodite! Oh, Afrodite!

     

    Afrodite, quero uma garota pros meus abraços
    Você me entende pois lutando com ardor
    Por dois olhos castanhos perdeu os braços
    Então realize meu desejo, por favor

     

    Afrodite, não sou nenhum Adônis, mas de resto
    Também não chego a ser feito um Hefesto
    E ela não precisa ser nenhuma Helena
    Contanto que resolva meu problema

     

    Afrodite, você que veio das bolas de Cronus
    Tenha pena das minhas quase a estourar
    Não custa nada me ajudar

     

    Afrodite, se me trouxer a minha bela
    Prometo não deixar nenhuma brecha
    Eu serei sempre como Eros para ela
    Pode até ver a ponta da minha flecha

     

    Afrodite, me ajude, já até perdi o sono
    Você que deu para metade do Olimpo
    Imagine como eu me sinto

     

    Afrodite, se me trouxer a minha bela
    Prometo não deixar nenhuma brecha
    Eu serei sempre como Eros para ela
    Pode até ver a ponta da minha flecha

     

    Afrodite, acredite
    Aplaque meu apetite

  • 02:31 Lyrics
    Machuque

    Aaaaaah
    Por favor
    Me machuque
    Me faça sofrer, peço a você
    Machuque bem fundo em mim
    Se o seu amor é real
    Me machuque, machuque de verdade
    Agora, agora, não pare
    Me quebre o coração

     

    Machuque, mais, eu quero muito mais
    Sim, meu amor, me machuque
    Porque é assim que eu gosto
    Vai, vai
    Me machuque, me machuque com vontade
    Como mais ninguém nunca me machucou
    Eu peço por favor
    Me machuque, machuque, mais

  • 05:07 Lyrics
    Meu Sinhô É Tão Bom

    Meu sinhô é tão bom
    Ele é tão doce
    Eu quero vê-lo
    Queria que ele estivesse aqui
    Eu quero estar com ele
    Nem sei como fazer
    Mas é só questão de tempo

     

    Meu sinhô é tão bom
    Quero conhecê-lo
    Mas leva tanto tempo
    Espero que não leve tanto
    Temos que ficar juntos
    Quanto mais cedo, mió
    Mal posso esperar, mal posso esperar
    Para estar em seus braços

     

    É um sinhô de fala doce
    Ele é tão doce
    Eu quero mostrá-lo
    Quero ir com ele
    Ele é a inveja de todo mundo
    E eu vou conhecê-lo
    Mesmo que leve pra sempre

     

    Meu sinhô é tão bom
    Quero conhecê-lo
    Mas não vai levar muito tempo
    Espero que não muito tempo
    Vamos ficar juntos
    Quanto mais cedo, mió
    Mal posso esperar, mal posso esperar
    Para estar em seus braços

     

    Se ele fosse meu pai
    E me pedisse pra deixar tudo
    Eu faria tudo por ele
    Qualquer coisa para que ele soubesse
    Que ele é tão bom
    Ele é tão doce
    Meu sinhô é tão bom

  • 04:46 Lyrics
    Eparrê, Babá

    Ba ba ba babalaô

     

    Eparrê, mamãe
    Eparrê, mamãe

  • 02:23 Lyrics
    Paulo e Paula

    Ei, Paula, com você me casarei
    Não me importa o que diga a lei
    Ei, Paula, é só você, disso eu sei
    Juntos nós crescemos e juntos podemos
    Paula, então um só nós seremos
    Meu amor, meu amor

     

    Ei, Paulo, o que nossos pais vão dizer
    Não me importa, eu quero você
    Ei, Paulo, pra sempre vamos ser
    Só você vai servir, mesmo que precise fugir
    Nosso amor vai tudo vencer
    Meu amor, meu amor

     

    Sabendo que viemos do mesmo lugar
    Não importa o que os outros vão pensar
    Filhos nós não poderemos ter
    Mas não importa, tenho você
    Meu amor, meu amor

     

    Eu sinto dentro de mim, eu sinto fora de mim
    Ei, Paula, ei, Paula
    Eu sou maluco, meu bem, por você, meu bem
    Ei, Paulo, ei, Paulo

  • 02:43 Lyrics
    Rostinho Bonito

    Olá, neném
    É, é o seu paizão falando, docinho
    Sabe o que eu quero fazer com você?
    Ah, neném, você sabe do que eu gosto...

     

    Rostinho bonito, chupando um pirulito
    Roupa colegial, queria um vendaval,
    Rabinho de cavalo, é disso que eu falo
    Jeitinho de falar, rebola para andar
    Faz o povo levantar
    Essa pele que tem é difícil de achar
    Você tem o gosto, o jeito, o cheiro
    Eu faço qualquer coisa, rasgo meu dinheiro
    Ah, neném, você sabe do que eu gosto...

     

    Ah, neném...
    Quando eu posso te encontrar?
    Qualquer lugar...
    Ah, neném, você sabe do que eu gosto...

     

    Sim, docinho
    Eu faço o que você quiser
    Não, não conte para os seus pais...
    Ah, neném, você sabe do que eu gosto...

  • 04:38 Lyrics
    Rattlesnake Roll

    Levanta logo, mulé, vai fazer o meu café
    Você não vê que os ômi já tão de pé

     

    Tu é trás e frente o capeta em forma de gente
    E é por isso que eu gosto de você, ô xenti

     

    Ratllesnake roll, rattlesnake roll
    Cascavel eu sou, rattlesnake roll
    Ratllesnake roll, rattlesnake roll
    Quando eu me for, nem ligo, seu dotô
    Ratllesnake roll, roll, roll
    Ain't got no way to save my soul

     

    Eu sou um gato caolho se fartando com bacalhau
    Se vejo bicho peludo eu acerto logo com pau

     

    Sou um sapo-boi vendo perereca em toco oco
    Quando eu como, demais pra mim é pouco

     

    Quando eu sorrio de raiva brilha um dente de ouro
    Se eu te pego, te esfolo, te arranco o couro

     

    Crocodilo ou jacaré, se me veem dá no pé
    Até mais, até logo, que sou da cascavé

NOTES
Rock & Roll is probably my weirdest album - and I'm used doing very weird albums. This work is a twisted homage to old classic rock compilations and each song mentions one or more songs, while the themes portrayed in the lyrics in Portuguese deal primarily of the strangest behaviors.

Rock & Roll é provavelmente meu álbum mais estranho - e eu estou acostumado a fazer álbuns bem estranhos. O trabalho é uma homenagem distorcida a antigas coletâneas de clássicos do rock e cada canção cita uma ou mais músicas, enquanto os temas retratados nas letras em português tratam basicamente dos mais estranhos comportamentos.

Join my e-mail list!

Jukebox